Neste dia comemora-se o:

Dia mundial da floresta;
Dia internacional para a eliminação da discriminação racial;
Dia mundial da árvore;
Dia mundial da poesia.

Ena, tantos dia num dia só!

Será que podemos encontrar algum elo de ligação entre todos estes temas comemorativos?

Claro que podemos! Vamos lá olhar para eles com olhos inteligentes e um pouco de poesia!

Se pensares bem, todos eles são assinalados num dia que marca o fim do Inverno e o início da Primavera, que é como que um desabrochar, um reinício da vida. Procuram, por isso, chamar à atenção para temas fundamentais à sobrevivência do homem nesta sociedade.

A importância do dia mundial da floresta e da árvore extravasa até esta dimensão humana dado que as árvores e as florestas são fundamentais para a sobrevivência de todos os animais.

- Sabias que as plantas e, portanto, também as árvores, são imprescindíveis para captar a energia do sol e transformá-la em “alimento” para todos os outros seres vivos?

- Sabias que as plantas, onde se incluem as árvores, os arbustos e as ervas, são fundamentais na formação e preservação do solo, na regularização e purificação das águas?

- Sabias que as florestas e, portanto, também as árvores, são os únicos seres vivos capazes de retirar da atmosfera o CO2 (dióxido de carbono) que nós produzimos, nas nossas células, nos automóveis e nas fábricas? Sabias que elas produzem e libertam, para a atmosfera O2, oxigénio, fundamental para a nossa “respiração”?

- Sabias que nós retiramos das árvores frutos, madeira, papel, papel, resinas, colas e perfumes?

É por estas e por mais algumas razões que nós, seres inteligentes, devemos admirar, respeitar e preservar as plantas, todas as plantas, mas especialmente as majestosas árvores.

Então e os outros dias mundiais?

Bom, o dia mundial da poesia é muito importante particularmente para nós homens, pois sem poesia o mundo seria bem mais triste, com menos paixão, menos amor, pois a poesia é a arte de como encontrar as palavras certas para transmitirmos melhor o que nos encanta, o que nos embebeda a alma. Repara que até para falarmos das plantas e das árvores neste texto usamos poesia (pobre é certo…) mas ainda assim poesia, especialmente para transmitirmos os sentimentos pelas plantas. É certo que quando olhamos para uma árvore com olhos de poeta vemos muito mais do que uma simples árvore e jamais deixaremos de admirar esses seres sublimes e essenciais à sobrevivência de todos neste Planeta.

A poesia é o traço diferenciador que nos possibilita avançarmos do patamar dos outros animais, que vêem as árvores somente como fonte de alimentação, para um patamar de admiração, contemplação e exaltação desses imponentes seres.

 

Então e o dia internacional para a eliminação de discriminação racial?

 

É minha opinião que no séc. XXI já é tempo, digo eu, de percebermos que, além de injusto, é profundamente estúpido olharmos para a cor da pele para tratarmos as pessoas de modo diferente. Mais uma vez me socorro da natureza para recordar que esta nos ensina que a diversidade é um trunfo na evolução e portanto um valor precioso a preservar. Lembremo-nos que ao longo da histórica relação homem/planta aconteceu, por inúmeras vezes, classificarmos uma planta como daninha, sem interesse, indesejada ou mesmo venenosa para posteriormente descobrirmos nela a cura para doenças graves ou potencialidades alimentares inimagináveis. Estamos a lembrar-nos do teixo, da dedaleira, da quinoa, o teff e da linhaça, entre muitos exemplos.

Pelo menos nestes dias lembremo-nos que não somos Deuses, logo não temos o privilégio da criação, mas muito menos o direito da descriminação ou da extinção.

 

Gastão Antunes

Template Settings
Select color sample for all parameters
Red Green Blue Gray
Background Color
Text Color
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Scroll to top